Sexta-feira, 23 de Junho de 2006

Criança encantadora....

Animation1.gif


 

Estava eu ali  na praceta a gozar a fresquinha da noite, quando me contaram esta:

Uma criança muito meiga e amiga do seu amigo, ao participar nos trabalhos pedidos pela professora, ao apresentar a sua composição , sobre o que pensa da sua escola...

||| A minha escola sendo pequenina e muito bem arranjada...

Como se fosse um jardim... Os alunos, somos como flores... A professora, como se fosse um monte de estrume, que nos faz crescer belos, fortes e luzidios... |||

E decididamente difícil   ser professora...

                                                                        

 

  

Agora, para desanuviar um pouco o ar das professoras, claro que não era ofensa nenhuma mas simples interpretação da criancinha...    Fica aqui este dialogo precioso entre um espanhol e um alentejano...

|||   Tinha acabado de chegar ao Alentejo uma excursão de  espanhóis. Ao verem um alentejano, o guia comunicou aos  passageiros:
- Ahora me voy hablar con ese   portugues ... - e foi ter com o alentejano:
- Hola , como to  llamas?
- Toino ...
- Yo   también me llamo Antonio ! Cual és tu profesión ?
-  Sou músico...
- Yo también soy musico... Y que tocas?
- Toco trompete, e tu ?
- Yo también toco trompete. Una vez fue a la Fiesta   de Nuestra Señora de los Remédios y toqué tan bien , que la Señora bajó del   andor y empezó a llorar.
E replicou o  alentejano:
- E ê fui uma vez à Festa do Senhor dos  Passos e toquei tan bem, tan bem, que o Senhor largou a cruz, agarrou-se a  mim e disse-me: "Ah, g'anda Toino , tocaste melhor que o cabrão do espanhol  que fez chorar a minha mãezinha!"   |||

 


 

Tenham todos um bom São João e fim de semana,  e esqueçam a maldita crise... Essa ainda não vê o fundo do túnel ...

 

 

 


Sinto-me...: com um pouco de sono...
Sons musicais: Nao ha estrelas no ceu

Rabiscado por > Paraquedista às 00:09
Link do post | Diz o que pensas | Pensamentos (14) | Sala de visitas
Quinta-feira, 15 de Junho de 2006

O manjerico das meninas ...


Foi com enorme espantamento " que, ao chegar a casa hoje, encontrei alguns comentários de "meninas" em várias páginas que, ao que parece andam com "o manjerico " bastante em baixo. Sabe-se que o manjerico gosta de água mas não deve gostar de trovoada.

Deve ser por isso.

Eu trago aqui este meu manjerico que está bem fresquinho, mas não gosta de água da rede, é como o canário, também se vai abaixo... Para tudo é preciso um pouco de arte...

Brinquem com ele, não o estraguem que deu muito trabalho a pô-lo assim fofinho e verdinho...

Para não lhes acontecer uma coisa parecida com um tipo que residia aqui perto e, também se foi abaixo, não sei se por causa do manjerico, mas nunca fiando. O melhor é ter sempre muito cuidado.

Esse moço, aqui há tempos, andava a ficar bastante sorumbático , sempre cabisbaixo, de poucas falas e, cada vez se via menos por aí...

Há dias contaram que aqui há uns dez anos, altura em que deixou de ser visto, saiu de casa e disse à mulher, vou ali comprar cigarros e volto já, como aliás era costume dele.

Fui mas, não apareceu, foi procurado em toda a parte mas, ninguém o encontrou. Há dias aparece em casa, como se nada fosse, assim pela tardinha e, depois de bater na porta, vê aparecer a mulher, que não via à dez anos.. Claro que começou logo um "escabeche" dos antigos, a mulher parecia uma matraca, nem queria saber o que levou o homem tanto tempo a ir comprar cigarros.

E o homem, a olhar para ela, para os filhos, os vizinhos que com o barulho da mulher se foram aglomerando... Devia estar já a passar-se com tanta baboseira e, de repente, com a admiração de todos !!! simula com um toque na testa,  que algo se passava de anormal e diz em alta voz:

|||   Fôda-se , esqueci-me de comprar os fósforos e, abalou  por aí fora...  

Por isso dou-vos um conselho de amigo; tratem bem os vossos manjericos, para ficarem bonitos como o meu. E um grande viva o São João, que está aí a chegar. Gozem muito a santinho e dêm umas boas marteladas com o "alho pôrro...".

Sinto-me...: Contente com o manjerico...
Sons musicais: São João das Fontainhas...

Rabiscado por > Paraquedista às 18:35
Link do post | Diz o que pensas | Pensamentos (10) | Sala de visitas
Quinta-feira, 8 de Junho de 2006

Novas ordens, novas mudanças...

 

N O   H O S P I T A L      * * * * * 

    

 


 

alien001.gif Recentemente, foi decretado num grande hospital uma norma que regerá no futuro a aceitação de doentes para consulta.

Dizem que para obstar a que este seja saturado por situações que não configurem um estado de urgência...
Pronto..., eles é que sabem...  

Após a saída desta Lei, alguns clínicos acharam que não era tão justo assim e, pediram para serem colocados noutros hospitais, inclusive em lugares bem pequenos, onde a vida é sem dúvida muito mais calma.
Um desses médicos foi parar a um sítio ermo, no Alentejo, lá bem longe, "em pleno mato". Mesmo assim adaptou-se depressa ao ambiente sossegado e a vida ia bem, dia a dia.
Na localidade havia só gente idosa, talvez um pequeno engulho nesta calmaria toda.
Um dia pergunta a um freguês, (doente), idoso, nascido e sempre a viver no lugar: Amigo, atão aqui não há nada de "gajêdo"?
Pois não doutor, mas vou-lhe dizer, ás sextas-feiras, há a "égua" ali junto ao rio. Intrigado, o doutor aguardou pela próxima sexta…
Na manhã de sexta, curioso, vê que o pessoal se dirigia em direcção ao rio e, vá de seguir o carreirinho… Chegado junto ao rio, porque era o sr. Doutor, deram passagem e a primazia de ficar a frente na bicha, (fila).
Como não tinha atingido a cena, viu-se na fila junto da égua e, como estava habituado a estar rodeado num grande hospital pelas representantes do "belo sexo…", desalmadinho, vá de tirar as calças e atirar-se à pobre da "bicha…".. Que relinchava e escoiceava por todos os lados.
Nisto, aparece o doente seu informador, que solícito diz:
Sr. Doutor, tenha calma, não é para isso; daqui a pouco vamos começar a passar para a outra margem, a cavalo para não nos molharmos, lá é que vivem as raparigas.
Resumo: mesmo que estejas esfomeado e/ou sedento, tem cuidado com o que e como comes…
 

PS:- Parece que, para restringir ainda mais a afluência de "falsos doentes", colocaram uma "ratoeira" bem radical, na caixinha das senhas para inscrição como doente.

Muito espertos..., bem à portuga...

 

Vê aqui a bela da "ratoeira..."

 

 


Sinto-me...: uma máquina...
Sons musicais: Boa, para "relax"...

Rabiscado por > Paraquedista às 22:14
Link do post | Diz o que pensas | Pensamentos (10) | Sala de visitas
Domingo, 4 de Junho de 2006

||| O meu cantinho..., dizia ela.

interiorluna-2.jpgSempre houve e haverá, embora cada vez menos, situações em que as pessoas se sentem extremamente constrangidas, desde pouca idade... O que leva por vezes a que, as salas de manicómios, consultórios médicos, etc., tenham tido desde há muito uma assiduidade de visitas e/ou permanência de gente jovem, situação que poderia ser dispensável não fora,  o atraso enorme e a incapacidade de os pais, as tias e outros seres, de começarem a encaminhar com conhecimentos da vida que estas jovens precisariam, para não caírem no ridículo e melhor, para não caírem num hospital ou casa de malucos.

Cheguei a ouvir conversas entre gajas, comentando comportamentos de pessoas mais velhas em relação a elas, jovens, que eram de bradar aos céus. Pôrra que atraso !!! Uma dizia, a minha tia, quando acordo, ia cheirar as minhas cuecas para ver se eu teria feito xixi, mas agora ela sabe que não era por isso, mas para saber se ela teria tido algum sonho bom e depois levava um castigo, a despudorada ... Mas ainda bem que, como dizia ela, não era capaz de fazer isso a suas filhas, pois não chegou a colher esse atraso quando devia ser ensinada devidamente para enfrentar a vida.

                                                


 

 

Lindner.jpg O que aconteceu a esta "desinfeliz", é bem sintomático, do atraso das pessoas mais antigas, e ainda sobram algumas assim...

Esta moçoila, linda desde que nasceu, cresceu e tornou-se uma linda estampa, como se vê, para não ficarem dúvidas...

Linda à vista de toda a gente mas, mais uma que não tinha um metro de terra livre para se sentir uma mocinha normal, sempre presa aos grilhões duma família tradicionalmente atarracada, em tudo. A moça começou a sertir que o que Deus lhe deu, aque corpinho e o gosto pela vida não estava de acordo com a maneira como os pais a atazanavam diàriamente .

E um dia, como nem sequer tinha ordem para falar com ninguém na rua, nem ter um namorado, com tantos que a procuravam, resolveu, vou para um convento..., e foi...

   Mas aquele bichinho que noite e dia roía aquele corpinho não era capaz de desaparecer...

Um  dia, passa pelo convento um padre, novo e bem parecido e a moça, faz tudo para o "entusiasmar" e uma bela noite, travam-se numa renhida luta... Que ela agradeceu a Deus e amaldiçoou os pais e as tias por tanto tempo a a terem agrilhoado e quase ter ficado doida.

Encantada da vida de reclusão, na manhã seguinte, andava ela pelo claustro enorme do convento, correndo, dando pulinhos..., ora levantava uma perna ora outra, mas sempre pulando alegremente, aparentemente...

A madre superiora ao ver  a noviça naquelas movimentações de alegria... ,  interpela a alegre menina que acaba por confessar:

   Madre, estou muito preocupada com uma coisa; ontem à noite, fui com o padre Manuel para debaixo daquela linda tília, rezamos e brincamos, ele às tantas mete-me uma coisa assim grande, mas depois ao sair era assim pequenina. Estou desesperada, a ver se a grande sai... "valha-me Deus..."  

Moral disto tudo,  é mesmo: "O atraso é uma coisa muito desinfeliz ..."  


 

Sinto-me...: Com pena desta mocinha...
Sons musicais: Vangelis +++

Rabiscado por > Paraquedista às 11:31
Link do post | Diz o que pensas | Pensamentos (8) | Sala de visitas

MISSÃO IMPOSSIVEL

POSTS RECENTES

"Concertinas no Minho"

FESTA DAS ROSAS - Vilar d...

FACEBOOK

2013 - VOTOS DE UM BOM AN...

BOAS FESTAS

Festa da cereja 2011 - Al...

O primeiro voo dos "meus ...

Os bébés paraquedistas...

Aviso sério...

Lua cheia em perigeu-19MA...

LINKS

pesquisar

 

Armazém Geral

Fevereiro 2018

Maio 2013

Dezembro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

subscrever feeds