Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

A natureza tem coisas muito bonitas...

Com tantas preocupações, algumas de excepcional gravidade que se nos apresentam em todos os lugares e a toda a hora, há algumas coisas que ainda nos conseguem fazer pensar que ainda é possível gostar de andar aqui por cima, da crosta deste planeta amaldiçoado ", só pode ser...

Até a natureza nos pode enganar. Esta linda fruta, não é como parece uma cereja mas, uma linda ameixa colocada numa fresta dum banco de jardim, para ser registada que bem merece, de tão bonita que é.

Quando estava a fazer este "boneco" pensava para os meus botões; como é possível numa porcaria de "mundo cão" vs planeta terra, haver tanta "filhadaputice" provocada pelo bicho homem/mulher, quando a natureza, todos os anos e à mesma hora nos comtempla com coisas de tão rara beleza, frutas, flores, etc..

Já pensei que, só depois de um possível "dilúvio" poderia este malvado planeta voltar a ser minimamente habitável, sem ter que andarmos todos os dias "com o coração na mão", a propósito de tudo o que acontece à nossa volta.

.

Mas mesmo assim, incrédulo e sem alguma esperança, seria bom voltar a ver esta aldeia "terra" como no tempo em que havia Adão e Eva, sem maçã claro...

Boa sorte para todos.

Sinto-me...: Penso mas não acredito em nada

Rabiscado por > Paraquedista às 13:27
Link do post | Diz o que pensas | Pensamentos (2) | Sala de visitas
Sexta-feira, 18 de Maio de 2007

Crianças desaparecem, e...

 

 

QUANDO ACABARÁ O DESAPARECIMENTO DE MAIS “MADDY’S” NESTE MUNDO DE LOUCOS E CRIMINOSOS ? ? ?

 

Nos próximos tempos deve ser uma pergunta sem resposta...  Porque será que os criminosos andam sempre á frente?

Depois de tantas Maddy's desaparecidas misteriosamente neste mundo, gostava mesmo de ver solucionado este mais recente, a Madeleine Mccann.

E não é por estar a acontecer no nosso país, o tal jardim á beira-mar planrtado.

Pobre jardim, depois de tantos a fazer a vida negra a quem ainda resiste a ir vivendo nesta terra de vigaristas e ladrões, aparece uma nova e perigosa rede de crimes de alto teor como este.

E uma razão muito mas muito grande, imperativa para eu gostar de ver resolvido este caso é;

há uma coisa que me mete confusão em relação a casos já solucionados, vidé o caso das raparigas de Santa Comba, também na nossa térrinha... O criminoso, ex-agente da autoridade policial... Segundo os vizinhos, numa pequena povoação onde todos se conhecem, aparentava ser um individuo impecavel sem nada a recear neste campo, sempre a condenar as coisas que todos acham mal e também condenam...

E vai a ver-se, era um monstro assim que acabou por se descobrir ser um criminoso dum calibre impensável.

Já se vislumbrou traços similares neste caso, uma imagem de marca? Não sei, mas gostava muito que rápidamente se descubrisse sem sombra para dúvidas, quem e como cometeu este rapto e se possivel a menina também aparecesse sã e salva.

Este clip dos muitos que foram feitos a recordar esta menina, é realmente muito bem feito e a música muito bem colocada.

Ontem mostrei á noite este clip a umas amigas, quando reparei enquanto o viam, uma delas já estava lavada em lágrimas... Não era caso para menos...

Aparece Maddy e lembremos todas as Maddy's deste mundo e sobretudo, que cada vêz "menos", tenhamos que saber que mais crianças desaparecem assim.

Um bom fim de semana para todos.

 

Sinto-me...: Como pode continuar tudo isto?
Sons musicais: A deste clip...

Rabiscado por > Paraquedista às 10:07
Link do post | Diz o que pensas | Pensamentos (2) | Sala de visitas
Quinta-feira, 3 de Maio de 2007

Mas... que guerra naquela capoeira...

MAS QUE GUERRA NA CAPOEIRA…

 

Esta rolinha é testemunha duma incrível história de amor no galinheiro...

.

Conheci esta história na primeira pessoa, um dos integrantes da mesma... Por isso, como é de fonte fidedigna, vou publicar para vos desejar um bom fim de semana.

.

Era uma vez , (em tempos que já lá vão...), dois lavradores da mesma família compraram uma quintarola aqui em <santiago.

.

Dividiram a quinta e cada um ficou com a sua parte, na intenção de fazerem dela um mimo melhor que o outro.

.

x_gallneura.gif

Nos primeiros tempos, como em tudo na vida, as coisas corriam bem... Um dia começaram as coisas a azedar... E por causa dum galo que um dos lavradores tinha, que era um grande vadio, ia papar as galinhas todos do vizinho e sabe-se lá porquê, este vizinho começou a detestar as visitas do galo do vizinho, que era um "galarão...".

.

O dono do galo, ao aperceber-se do incómodo do vizinho e parente, decidiu, vais ficar preso aqui na tua quinta, para não andares a arranjar desatinos para as pessoas.

.

A rolinha ali em cima é testemunha destas cenas...

.

O tempo passa lentamente para o galarão, que cada vez anda mais cabisbaixo, pois todos os dias ouve o chamamento das vizinhas e não pode fazer nada por elas.

.

O lavrador repara que assim é, mas não cede ao castigo... Um dia está de passagem pelo lugar de cativeiro do galo e diz, em jeito de gozo:

.

"O nosso cócóró está preso

Está preso... deixem-no estar

Estando preso não abala...

Mas solto pode abalar"

.

O galo ao ouvir a brejeirice do seu dono, não se fica, e galarão que se preza diz:

.

.

"Hó meu dono tem paciência

Tu não me trates assim

Não fui eu o culpado

Elas é que chamaram por mim..."

.

Moral da história:- Passem um bom fim de semana, adivinhem o que se passou depois e sobretudo, não se armem em galarões a toda a hora...

 


 

PS:- Para uns meninos naus, que passam o tempo a dizer mal do Zézito, que não tem isto que não tem aquilo...  eu quero que apreciem bem a confirmação de que o Zézito tem mesmo...

Neste LINK podem ver o projecto de fim de curso, futurista e como se vê, um enorme beneficio para o seu país...

.

http://fotos.sapo.pt/milhafre/pic/000d3egk

 

Sinto-me...: Coitado do galo...e das gal

Rabiscado por > Paraquedista às 21:37
Link do post | Diz o que pensas | Pensamentos (3) | Sala de visitas
Terça-feira, 1 de Maio de 2007

. . . Rega à chuva ! ! !

 

 

 

 

 Hoje é o dia do trabalhador ...

.

Porque será que num dia destes nunca ninguém conseguiu desmistificar esta teoria que eu oiço diariamente ....

.

Diz assim;.

.

"Há os "trabalhadores e as pessoas que trabalham..."

.

! ! !

.

Terá alguma coisa a ver com esta cena, passada há uns dias algures aqui no "Alentejo profundo"?

.

 

Segundo as tesmunhas do sucedido foi assim;

.

Chovia comó caraças, até fazia faisca nas pedras da calçada...

.

O ti Maneli estava a regar a sua bela horta... Chovia que Deus a dava e o ti Maneli regava.

.

Um amigo admirado com aquilo interroga o vizinho:

.

Atão compadri, chovendo dessa manera e bomesseia continua regando a horta. Anda aí já que nem um pinto todo molhado!

.

Na sua calma secular o ti Maneli diz:

.

Vesinhança, ê cá nâ preciso da ajuda de mais ninguém...

.

E continuou calmamente a sua rega...

Sinto-me...: "Tou que nem posso..."

Rabiscado por > Paraquedista às 12:03
Link do post | Diz o que pensas | Pensamentos (1) | Sala de visitas

MISSÃO IMPOSSIVEL

POSTS RECENTES

"Concertinas no Minho"

FESTA DAS ROSAS - Vilar d...

FACEBOOK

2013 - VOTOS DE UM BOM AN...

BOAS FESTAS

Festa da cereja 2011 - Al...

O primeiro voo dos "meus ...

Os bébés paraquedistas...

Aviso sério...

Lua cheia em perigeu-19MA...

LINKS

pesquisar

 

Armazém Geral

Fevereiro 2018

Maio 2013

Dezembro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

subscrever feeds