Domingo, 21 de Maio de 2006

Dia da Marinha em Sines... +

 

 

Ontem em Sines, celebrou-se mais um aniversário da Marinha Portuguesa..     

                                

Exposições, demostrações na baía, visitas a vários navios, cerimónia habitual na marginal, com desfile de forças em parada. Tudo muito bonito de se ver, num dia mesmo a jeito para se estar ao ar livre, á sombra era melhor, pois o sol queimou bem a pela de muita gente.

 

E,  muita gente foi o que se viu nestes dias, mais ontem, que fizeram enormes "bichas..." para tentarem visitar as várias unidades atracadas para o efeito.

Quem estava na marginal, podia ver uma moldura enorme de "povo" em todos os lugares possíveis pela encosta acima e mesmo nos muros do castelo. Cá em baixo na marginal, claro que era mesmo um turbilhão de formigas de duas pernas... Muitas, muitas...

Num destes momentos, enquanto aguardava a sequência de acontecimentos programados, lembrei-me duma história fixe, que mete armas, e passada cá no alentejo. E vou contá-la em baixo, para desejar a todos uma boa semana que começa logo, logo...

 


 

E foi assim que tudo se passou:

O tio Manel, ali prás bandas de "Ferrêra", lavrador desafogado na vida, mas pouco saído da aldeia, um dia pensou; quero comprar uma espingarda, uma caçadeira, mas quero mesmo uma coisa boa, do melhor que haja...

Deu conhecimento à mulher que deu o seu aval à operação e lá vai o ti Manel, à eapingardaria, ver se encontrava a tal espingarda, que deveria ser mesmo especial, com muita força, coisa que ele tinha bem entranhado como sendo o essencial; a espingarda devia ter muita força...

Das várias que lhe foram mostradas, não encontrou nada que o convencesse e decidiu que talvez indo a Lisboa, onde iria pela primeira vez, talvez tivesse mais sorte. E um dia logo a seguir, meteu pés ao caminho e ruma a Lisboa na "camenéti...".

Procurou em alguns sítios e já quási a desistir, pois a tal especial não lhe parecia encontrar, lá se convenceu a seguir o conselho dum vendedor, que lhe diz ser aquela uma coisa fora de série, era capaz de deitar um camelo por terra, tal era o "coice" que dava no acto de disparar. E convencido, regressa a casa já noite alta.

No dia seguinte, depois de contar todas as peripécias à mulher, convida-a para ir ver experimentar a marota, coisa que fazia pela primeira vez. E lá vão para o campo, num sítio ermo e com muito espaço, não fosse andar por ali gente e ter um acidente. Escolhe uma árvore grande, com uma bela sombra e, coloca pregado no seu tronco, um cartão onde desenhou um círculo, para orientação dos seus tiros de treino e experiência.

Afasta-se, aconselha a mulher a resguardar-se mas sempre com o olho nele e, nas calmas, aponta na direcção da árvore, ao círculo no papel e, "catrapum...". Um estrondo, um valente coice e, silêncio por uns segundos. A mulher ficou sem fala, mas o ti Manel, em tom de grande orgulho em si mesmo, diz;

Maria, esta "balhana" é mesmo do melhor. É certo que deu mesmo um valente coice, mas a pôrra da árvore até desapareceu da minha frente...   UÁÁÁUUU.....

Passados momentos, depois de recuperar da estupefacção, a ti Maria diz;

Atão homem dum cabrão, como queres tu ver a árvore se estás aí de patas pró ar a olhar pró céu?  Vê mas é se te levantes depressa...

Moral desta história; nunca se enganem fàcilmente, pois muitas vezes o que parece, não é...

Uma grande semana para todos...

 


 

 

Sinto-me...: Queimado do sol, de ontem...
Sons musicais: Lonely looking sky - Neil Diamond

Rabiscado por > Paraquedista às 21:50
Link do post | Diz o que pensas | Sala de visitas
7 comentários:
De Maresia-Mar a 22 de Maio de 2006 às 14:43
Ih ih, só tu para me fazeres rir... pois é, nem tudo o que parece é.. Boa semana


De p a 22 de Maio de 2006 às 21:49
Olá dragona do norte, ainda bem que gostaste da historia. Bjinho e boa semana. Muita sorte.


De Elsita a 23 de Maio de 2006 às 14:21
Olá amiguinho, eu gosto muito de histórias com moral, deixam-nos a pensar, pena é que percamos esses pensamentos rapidamente e não consigamos agir de acordo com as experiências que as morais nos ensinam...mas vamos aprendendo.boa semanita


De paraquedista a 25 de Maio de 2006 às 15:34
Tens toda a razão Elsita... Normalmente as pessoas recordam melhor os moralismos que lhes possam trazer benefícios. O resto é para os outros. É mesmo portuga...Fica bem e, inté.


De Musician a 25 de Maio de 2006 às 10:52
Eu gostava mesmo muito de um dia ir a Sines, deve ser uma cidade encantadora :)
Beijinho*


De paraquedista a 25 de Maio de 2006 às 15:37
É verdade Musician... Sines é uma terra interessante, á beira-mar, com um bom clima. Bom para se visitar. Muito perto tem Santiago, Porto Covo, Cercal e logo a seguir, Vila Nova de Milfontes. para quem não conhece é caso para pensar numa visita. Fica bem e, boas músicas para alegrar a primavera.


De http://suinoecultura.blogs.sapo.pt a 29 de Maio de 2006 às 11:54
Hoje é dia de deixar dois comentários, azar o seu! Isto faz-me lembrar a primeira vez que utilizei uma fisga. Puxei o elástico atrás de tal maneira que a pedra bateu numa parece, fez ricochete, e acertou-me na mona. Mas eu não me desbronquei, disse aos meus amigos que as fisgas "deles" eram mais potentes que a minha, mas mesmo assim lutei com valentia. Sim, quando era puto era um pouco parvo, além de aldrabão, mas agora isso mudou. Actualmente sou só estúpido e mentiras só conto às mulheres. Obrigado.


Comentar post

MISSÃO IMPOSSIVEL

POSTS RECENTES

"Concertinas no Minho"

FESTA DAS ROSAS - Vilar d...

FACEBOOK

2013 - VOTOS DE UM BOM AN...

BOAS FESTAS

Festa da cereja 2011 - Al...

O primeiro voo dos "meus ...

Os bébés paraquedistas...

Aviso sério...

Lua cheia em perigeu-19MA...

LINKS

pesquisar

 

Armazém Geral

Fevereiro 2018

Maio 2013

Dezembro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

subscrever feeds