Sábado, 23 de Janeiro de 2010

Feiras Novas em Ponte de Lima

 

 AS FEIRAS NOVAS EM POMTE DE LIMA, UM BÁLSAMO RETEMPERADOR MESMO EM TEMPO DE CRISE. VIVA A GENTE DO MINHO.”

                * * * * *

blue.gif

 

 ...dixit...   (in, info sobre as Feiras Novas...)

No segundo fim-de-semana de Setembro, quando o sol quente do Verão se prepara para a despedida, Ponte de Lima engalana-se para as suas festas maiores, as Feiras Novas.

Celebradas desde 1826, por provisão régia de D. Pedro IV e em honra de Nossa Senhora das Dores, as Feiras Novas oferecem aos limianos e aos milhares de forasteiros que nos visitam, três dias e outras tantas noites de cor, alegria, folia e ritmo. Para além da música, folclore e fogo de artifício, há ainda espaço para concursos pecuários, corridas de garranos, cortejos etnográfico e histórico, bandas de música, gigantones e cabeçudos, grupos de bombos e para a procissão que encerra o ciclo das romarias do Alto Minho.

Mas é o povo com a sua alegria e espontaneidade, a sua forma de fazer e estar na festa, as rusgas e os cantares ao desafio, o folclore em qualquer canto da vila que transforma as Feiras Novas num momento único e na romaria que é considerada o "maior congresso ao vivo da cultura popular em Portugal".

 

 

 

Para começar, sem ter que repetir a falta de tempo para actualizar esta página, com muita pena, mas até a crise se calhar tem culpa, ou não...

 

Com as desculpas a quem merece, mas muito especialmente às gentes do Lima. e porque não às quinhentas mil almas (500.000) qque estiveram em Ponte de Lima no dia 19 de Setembro passado, no cortejo dedicado à natureza, LINDO..., e sobretudo pela noite dentro, com especial realce para as rusgas das concertinas, sem dúvida um espectáculo único em todo o país pela sua dimensão.

Não acreditas? Este ano pôe-te a caminho de Ponte de Lima na segunda semana de Setembro e confirma.

Este pequeno clip mostra os últimos segundos duma sessão de fogo de artificio que começou à uma hora da madrugada. Uma sessão que durou mais de meia hora em vários pontos de fogo simultâneo, que deslumbrou todos aqueles 500.000 mil seres que não tiveram dúvidas em se deslocar, alguns de muito longe, e de certeza este ano iremos encontrar muita destas mesma gente, que mesmo assim sabe que temos que por vêzes esquecer a maldita crise que nos criaram e viver uns dias de alegria, mas para isso temos que ir por aí acima até ao Minho. Haja saúde para quem tem coragem se se fazer ao caminho.

 

 

Este clip, mostra ainda durante o tempo de espera para participar no cortejo, a rusga de Cabaços, que gentilmente se prontifica a tocar uma linda música típica, para gravar. Os meus agradecimentos bem como em outras situações e outros grupos.

 

 

 

Aqui podemos ver uma bela amostra do que é uma noite de rusgas de concertinas em Ponte de Lima, centenas de grupos de variados estilos de música minhota, mas só indo ver, contado não chega para ficar a saber como realmente é.

Ainda estou a ver e ouvir na noite das rusgas de 2008, debaixo de chuva, toda aquela gente sem medo do tempo mau, ali mesmo numa esquina do Largo de Camões, duas lindas raparigas que aos zigzag´s tentam ir passando tentando proteger-se com os seus "kispos" da chuva, quando uma delas num tom cheio de alegria diz para a amiga; "NÃO HÁ DINHEIRO MAS HÁ ALEGRIA..."

Ora toma, agora digo eu, e ali no norte a vida desta gente é bem mais dura do que muitos detractores querem fazer crer, e por isso também, este ano lá estaremos na segunda semana de Setembro...

 

 

 Em todos os cantos as centenas de milharess de pessoas, tentam encontrar um bom lugar ao sol, para poderem apreciar o cortejo que mais logo terá inicio.

 

 blue.gif

 

Sinto-me...: "Sastifêto..."

Rabiscado por > Paraquedista às 17:29
Link do post | Diz o que pensas | Pensamentos (2) | Sala de visitas
Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

Feiras Novas 2008 em Ponte de Lima

 

 blue.gif

 

Uma pequenina amostra daquilo que se viu no cortejo etnográfico que deliciou muitos milhares de forasteiros.

 

 

 

Uma vez mais, numa das lindas terras do Minho, as Feiras Novas de 2008, proporcionaram dias e noites de alegria e confraternização, como só o povo do norte sabe fazer. Então se falarmos de alegria contagiante, com notoriedade para as rusgas de concertinas ao desafio ou desgarrada, como cantando as suas modas contagiantes, que levam mesmo o forasteiro menos avisado ou habituado a este ambiente a, sem se dar por isso, ao som de alegria imensa do toque das gaitas, concertinas, acompanhar o movimento daqueles milhares de bailadores ou dançarinos, e logo se dão conta que ali a dança e o som é mesmo outra coisa!!!

 

Vi pessoas, muitas, que dizem ter visto pela primeira vez uma romaria destas e ficarem simplesmente com vontade de voltar para o ano.

 

 

Poderíamos muito bem imaginar aqui, três gerações no mesmo momento, no mesmo sitio, na mesma alegria de participar numa romaria onde novos e menos novos, manifestam de igual modo a sua vontade de mostrar como é

 bom e bonito manifestar as suas emoções num dia tão especial.

 

Poderia ser a avó e a neta, que bons anos depois já aqui está para dar continuidade a uma romaria que vem de tão longe no tempo.

 

Oiçam só esta deliciosa passagem:

 

Na nossa deambulação por entre tantos grupos de concertinas que atraiam tudo e todos, e em cada um dava para ficar a ver e ouvir, porque são sempre diferentes, a dado momento, das milhares de pessoas que se movimentam à nossa frente, vão a passar devagar duas jovens, bonitas o que não é difícil nestas terras e, ao passar à nossa frente, na sequência do que vinham falando, uma diz, com um ar simplesmente radiante;

 

"Não há dinheiro, mas há alegria..."

 

 

Esta gente que muito trabalha, com a natureza um pouco contra, pois tem mais chuva e frio do que no resto do país.

 

Porque tem fé e tem ancestralmente o culto da religião, reza, canta e chora...

 

Mas como todos sabem, nas suas festas, mesmo aquelas só das sua aldeias, canta e mostra como ninguém uma invulgar alegria, e nota-se o lindo som e toque da concertina, e outros instrumentos.

 

No sábado o dia esteve bom até ao fim da tarde, o cortejo foi uma maravilha de manifestação da sua cultura.

 

Á noite, começou a chover e só quem esteve lá pode realmente ter a noção de como se vive estes acontecimentos.

 

Mesmo chovendo, os grupos de concertinas e paralelamente grupos onde se dança e se dá largas a uma alegria contagiante, cada grupo com um toque e modas diferentes, a noite continua e continuam a descer por todos os lados grupos e mais grupos de gente de todas as idades, que fazem fervilhar o ambiente com aquele som agradável das gaitas vs CONCERTINAS, habilmente manejadas.

 

blue.gif

 

Vejam uma das muitas pérolas que a concertina ajuda a encher o ar de gozo:

 

Menina que está dormindo

entre dois lençóis de linho

viradinha prá parede

com a mão no passarinho

 

E tantas outras com este ar brejeiro que inevitavelmente pede que o tempo passe devagar.

 

Bem haja toda esta gente por ser assim feliz e proporcionar a quem os visita estes momentos de boa disposição, que todos bem necessitam.

 

Obrigado Ponte de Lima, até para o ano.

 

blue.gif

 

  

 

 

 

 

 

 

 

Aqui e na esperança de para o ano voltar e aproveitar melhor ainda estas manifestações, fico com a lembrança das duas de muitos milhares de meninas que como as desta história sentem que não vale muito a pena cair na lama só porque um punhado de makakos estúpidos e vigaros, fazem com que muitos não consigam perceber a mensagem delas, em última instância:

 

"NÃO HÁ DINHEIRO, MAS HÁ ALEGRIA".

 

Eu saúdo as pessoas como estas que pensam que talvez venham por aí dias melhores.

 

Até lá, façam como as gentes do Minho, vivam com alegria, mesmo que a porca da vida não seja tão boa de momento.

 

Até sempre.

 

blue.gif

 

PS:- Se passarem em Ponte de Lima, não se esquivem a parar um momento nos "TELHADINHOS".  Depois não veham dizer que não os avisei.

Sinto-me...:

Rabiscado por > Paraquedista às 11:08
Link do post | Diz o que pensas | Pensamentos (14) | Sala de visitas

MISSÃO IMPOSSIVEL

POSTS RECENTES

Feiras Novas em Ponte de ...

Feiras Novas 2008 em Pont...

LINKS

pesquisar

 

Armazém Geral

Fevereiro 2018

Maio 2013

Dezembro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

subscrever feeds